Paris, a cidade luz.

julho 1
1 Comment

O casamento para muitas pessoas é o momento mais importante da vida, e uma das preparações para o dia é a lua de mel, geralmente a ultima escolha do casal, mas hoje escrevi um pouco de uma das cidades mais românticas, cheia de historia para curtir a dois.

Mas sempre surge aquela dúvida? Qual será o melhor lugar para passear, o que compensa, como é a cidade, entre outras duvidas que surgem ao fechar um pacote.

Abaixo estão dicas de lugares, gastronomia e informações básicas, para curtir o que Paris tem de melhor.

Vamos lá,

 

A cidade luz, como é conhecida oferece muito luxo e sofisticação para amantes de comida, arte e lugares incríveis. Uma cidade habitada por 2,3 milhões de pessoas (sem contar a zona metropolitana) a capital da França não foi presenteada com a beleza natural. Mas seu conjunto arquitetônico deslumbrante, sua comida, o charme de suas ruas e avenidas e seus imponentes monumentos lembram o turista a todo momento que ele está diante do melhor que o ser humano foi capaz de construir.

Cidade luz...

Ruas de Paris.

Gastronomia

Como todos nos sabemos a culinária Francesa encanta não só o paladar mas também o visual, com pratos minimalistas e sofisticados, a gastronomia faz jus à sua reputação.

Na grande tradição da cozinha francesa clássica, abra as portas das maravilhosas cervejarias da capital: cardápio tentador e serviço com estilo. Para a América Latina, é na montanha de Sainte-Geneviève que se saboreiam as deliciosas “parrilladas”. Nos Grandes Boulevards, você pode degustar: sopas de lentilhas turcas, curry e outros “biryani” indianos. Finalmente, no que diz respeito à cozinha chinesa, rolinhos primavera e pato laqueado disputam os favores da mesa em volta da Place d’Italie.

bandeira

A confeitaria francesa é sem dúvidas a melhor do mundo, principalmente pela variedade de doces que podemos encontrar. Andar pelas ruas de Paris, é se deparar com padarias e confeitarias em cada esquina, e encontrar os emblemáticos doces franceses feitos de várias maneiras. Podemos encontrar os cinco mais conhecidos doces como Macaron (biscoito leve de merengue recheado) Canelé (bolinho típico de Bordeaux, na França) Choux (conhecida no Brasil como “carolina”) Éclair (feita como a choux, porem em formato longo. Conhecida no Brasil como bomba.) Tarte citron (torta de limão) são penas cinco dos inúmeros doces que fazem parte da confeitaria francesa.

Macarons

Macarons

Éclair

Éclair

Canelé

Canelé

Choux

Choux

Tarte Citron

Tarte Citron

Geralmente, os restaurantes começam a servir refeições a partir de 12h para o almoço e a partir de 19h para o jantar. Os preços dos restaurantes são bem variados, de acordo com o bolso, e como qualquer bom lugar turístico, o serviço dos funcionários sai (aproximadamente 15% do valor total). E como não poderia faltar, se ficar satisfeito com o serviço, pode deixar uma gorjeta a quem o serviu.

Pontos turísticos

 

www.tour-eiffel.fr  Todos os dias: das 9h30 às 23h45 – De meados de junho ao final de agosto: 9h às 0h45.

Torre Eiffel

 

www.tour-eiffel.fr

Todos os dias: das 9h30 às 23h45 – De meados de junho ao final de agosto: 9h às 0h45.

 

Champs-Élysées

Champs-Élysées/ Arco do Triunfo

Luxo e moda, grandes restaurantes, teatros e museus: Do Arco do Triunfo à Place de la Concorde, acha-se de tudo na mais bela avenida do mundo. Arco do Triunfo  Construído entre 1806 e 1836, o arco celebra as vitórias da Grande Armada de Napoleão. Uma chama, que é acesa todas as tardes às 18h30, destaca o túmulo do Soldado desconhecido.

www.monuments-nationaux.fr

Louvre

Louvre

Antigo palácio dos reis da França, o Louvre expõe 35.000 obras de arte – das 350.000 do seu acervo – da antiguidade até 1848. www.louvre.fr

Todos os dias: 9h às 17h45, exceto às terças, 1° de janeiro, 1° de maio e 25 de dezembro Quartas e sextas: visitas noturnas até às 21h45.

Catedral de Notre-Dame

Foi construída nos séculos XII e XIII sobre a Île-de-la-Cité.

www.notredamedeparis.fr 

De segunda a sexta: das 8h às 18h45 – Sábados e domingos: das 8h às 19h15.

Visitas limitadas aos domingos em razão dos ofícios religiosos.

Museu d’Orsay

Museu instalado na antiga Gare d’Orsay (1900), consagrado à produção artística – pintura, escultura, fotografia, arte decorativa, entre outros que vai de 1848 a 1914. Acervo impressionista.

www.musee-orsay.fr

De terça a domingo, das 9h30 às 18h – Quintas: visitas noturnas até às 21h45.

 

 

Ao redor dessas imperdíveis visitas, dezenas de outros locais e museus, ateliês, casas de artistas ou de pessoas célebres, jardins, igrejas, fundações, “hôtels particuliers” e centros culturais acompanham o público em um encontro com todas as formas da arte e da cultura…

 

 

Uma dica para achar todas as informações basta acessar http://pt.parisinfo.com/ , nesse site você encontra informações, guias, vales descontos e muito mais.

 

Melhor época para visitar: Entre Junho e Setembro, Paris está no auge da saturação turística e é a época que muitos parisienses aproveitam para fugir da cidade. Os grandes eventos de moda acontecem em janeiro e no alto verão, enquanto as comemorações da Queda da Bastilha e a final do Tour de France acontecem sempre em julho.

Minha dica para viajar é sempre organizar um roteiro com os dias da viagem, para não ficar perdido e perder algum ponto, sempre é bom ter o endereço e algum telefone em mãos, e claro se for fechar algum pacote por agencia, sempre é bom pesquisar bem os valores e vê também se a agencia e de confiança.

Depois desse roteiro, já quero viajar amanhã, hoje vou sonhar com esse post, ou melhor prontamente sonhei escrevendo…

Se alguém for viajar e quiser companhia estou disponível rsrs, espero que tenha curtido o post, e me conta como foi a lua de mel <3

  1. Cláudia

    julho 31

    Muito bem elaborado, um resumo de tudo o que a Cidade Luz oferece, o mais, fica por conta dos apaixonados…

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *